Bicho do Mato Meio Ambiente

Bicho do Mato - Instituto de PesquisaA associação Bicho do Mato Instituto de Pesquisa tem como missão a conservação da biodiversidade.

 

Criada em 2011, a Bicho do Mato Instituto de Pesquisa, de caráter científico e socioambiental, tem como missão “desenvolver e disseminar atividades direcionadas a conservação da biodiversidade”, estimulando pesquisas, apoiando atividades que divulguem ou discutam temas ligados ao meio ambiente, incentivando a cultura através de ações sócio-ambientais e disseminando o conhecimento através da realização de cursos de capacitação técnica.

Atualmente, administra o Projeto “Agrofloresta e Biodiversidade” que visa a conservação do mico-leão-de-cara-dourada (Leontopithecus chrysomelas) e conta com o apoio de diversas instituições e organizações não governamentais reconhecidas internacionalmente, como, Conservation International (CI, Washington DC-USA) e Conservação Internacional (CI, BH-Brasil), Zoológico de Antwerp (Bélgica) e o Zoológico de Copenhagen (Dinamarca). Este Projeto faz parte do Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Mamíferos da Mata Atlântica Central, coordenado pelo ICMBio.

Além deste Projeto, o Instituto realiza outros projetos de pesquisa administrados e coordenados por pesquisadores do próprio Instituto ou associados a ele, bem como cursos livres de aperfeiçoamento (curta duração).

Cursos

  • Fundamentos Básicos de Geoprocessamento aplicados às questões ambientais, utilizando o software ArcGIS 10.
  • Identificação e Avaliação de Impactos Ambientais do Meio Biótico.
  • Fotografia
  • Curso prático sobre metodologia de amostragem de fauna e flora.
  • Curso prático de uso de GPS para coleta de dados em campo.
  • Análise de viabilidade populacional.
  • Manejo adaptativo para projetos de conservação.
  • Redação de artigos científicos.

Publicações

PARDIÑAS, U. F. J.; LESSA G.; TETA P.; SALAZAR-BRAVO J.; CÂMARA, E.M.V.C. 2014. A new genus of sigmodontine rodent from Eastern Brazil and the origin of the tribe Phyllotini. Journal of Mammalogy, 95(2): 201-215.

RAGHUNATHAN, N.; FRANCOIS, L.; HUYNEN, M.C.; OLIVEIRA, L. C.; HAMBUCKERS, A. 2014. Modelling the distribution of key tree species used by lion tamarins in the Brazilian Atlantic forest under a scenario of future climate change. Regional Environmental Change, 47: 1-10.

ALMEIDA-ROCHA, J. M.; REIS P.R.P; OLIVEIRA, L.C. 2014. Play Behavior of the Golden-Headed Lion Tamarin in Brazilian Cocoa Agroforest. Folia Primatologica, 85:192-199.

CASSANO, C.; SCHROTH, G.; FARIA, D.; DELABIE, J.H.C.; BEDÊ, L. C.; OLIVEIRA, L.C.; MARIANO-NETO, E. 2014. Desafios e recomendações para a conservação da biodiversidade na região cacaueira do sul da Bahia. Centro de Pesquisas do Cacau. Boletim Técnico, 205: 1-52.

OLIVEIRA, L.C. 2014. Golden-headed lion tamarins in cabruca agroforest – what we know and what we still need to know… Tamarin Tales, 12: 1-3.

ALMEIDA-ROCHA, J.M.; REIS, P.P.; De VLEESCHOUWER K.; OLIVEIRA, L. C. 2014. Use of vertical stratum by Golden-headed-lion-tamarins under diferente predator pressures. Tamarin Tales, 12: 4-5.

PIMENTA, B.V.S.; CRUZ, C.A.G.; CARAMASCHI, U. 2014. Taxonomic review of the species complex of Crossodactylus dispar A. Lutz,1925 (Anura, Hylodidae). Arquivos de Zoologia, 45(1):1-33.

MELLO, M.A.R.; LORETTO, D.; OLIVEIRA, L. C. 2013. O Que Define Um Bom Cientista. Oecologia Australis, 17: 397-401.

VERDADE, V.K.; VALDUJO, P.H.; CARNAVAL, A.C.; SCHIESARI, L.; TOLEDO, L.F.; MOTT, T.; ANDRADE, G.V.; ETEROVICK, P.C.; MENIN, M.; PIMENTA, B.V.S.; NOGUEIRA, C.; LISBOA, C.S.; PAULA, C.D.; SILVANO, D.L. 2012. A leap further: the Brazilian Amphibian Conservation Action Plan. Alytes, 29 (1 a 4): 27-42.

ESTRADA A.; RABOY, B.E., OLIVEIRA, L.C. 2012. Agroecosystems and primate conservation in the tropics: a review. American Journal of Primatology, 74: 696-711.

CÂMARA, E.M.V.C., OLIVEIRA, L.C. 2012. Mammals of Serra do Cipó National Park, southeastern Brazil. Check List (São Paulo. Online), 8: 355-359.

OLIVEIRA, L. C.; GRELLE, C.E.V. 2012. Introduced primate species of an Atlantic Forest region in Brazil: present and future implications for the native fauna. Tropical Conservation Science, 5(1): 112-120.

RABOY, B.E.; ZEIGLER, S.L.; NEVES, L.G.; OLIVEIRA, L.C. 2012. Occurrences of Leontopithecus chrysomelas above 500 meters in southern Bahia, Brazil and implications for conservation. Primate Conservation, 26: 1-7.

DIAS, I.R.; MEDEIROS, T.T.; SOLÉ, M.; PIMENTA, B.V.S. 2011. Amphibia, Anura, Hylidae, Bokermannohyla lucianae (Napoli and Pimenta, 2003): distribution extension and geographic distribution map. Check List, 7(2): 108-109.

CANEDO, C.; PIMENTA, B.V.S. 2010. New species of Ischnocnema (Anura, Brachycephalidae) from the Atlantic Rainforest of the State of Espírito Santo, Brazil. South American Journal of Herpetology, 5(3): 199-206.